Diretoria Assistencial

A Fundação » Diretoria Assistencial

A diretoria assistencial, chefiada por um profissional de nível superior de uma das áreas de suas atribuições, nomeado pelo diretor presidente da Fundação Laureano, compete colaborar coma diretoria clínica e técnica no desempenho das atribuições que lhe são próprias e particular da padronização das normas técnicas e administrativa do hospital sob a coordenação do diretor geral.

A diretoria assistencial se constitui de:

Serviço de enfermagem (SE)

Ao serviço de enfermagem, dirigido por profissional com curso superior de enfermagem, indicado pelo diretor assistencial e nomeado pelo diretor geral, compete:

  • Executar as atividades próprias de enfermagem, visando o bem estar do paciente.
  • Executar as atividades técnicas e administrativas do centro cirúrgico , do setor de internação, da recuperação, do ambulatório, da UTI e da urgência.
  • Executar os serviços do centro de material esterilizado e da recuperação.
  • Colaborar na execução dos programas de ensino.
  • Ter, sob a sua responsabilidade, a limpeza e a higiene dos locais específico de trabalho dos serviços médicos e de enfermagem.
  • Realizar treinamento do pessoal em serviço

O serviço de enfermagem é constituído de:

  • Unidade de ambulatório
  • Unidade de centro cirúrgico
  • Unidade de internação
  • Unidade de recuperação
  • Unidade de tratamento intensivo
  • Unidade de radiologia
  • Unidade de radioterapia
  • Unidade de quimioterapia
  • Unidade de material esterilizado
  • Unidade de urgência
Serviço de nutrição (SN)

Ao serviço de nutrição, chefiado por nutricionista escolhido pelo diretor geral, compete:

  • Executar todas as atividades dieto-alimentares do Hospital Napoleão Laureano
  • Preparar, distribuir e controlar toda a alimentação destinada aos pacientes e servidores.
  • Organizar, preparar, distribuir e controlar os regimes dietéticos especiais de pacientes internados, mediante prescrição médica.
  • Executar o treinamento do pessoal em serviço.

O serviço de nutrição se constitui de:

  • Seção de controle de armazenamento, que compreende:
  1. Setor de despensa
  2. Setor de frigorifico

 

  • Seção de cocção e distribuição, que compreende:
  1. Setor de preparo
  2. Setor de dietética
  3. Setor de cozinha
  4. Setor de refeitório
  • Seção de clínicas
  • Seção e expediente
Serviço social (SS)

Coordenadora do setor: Drª Claudenizia Oliveira

Ao serviço social, dirigido por assistente social escolhido pelo diretor geral, compete:

  • Promover a investigação dos problemas médico-sociais e econômicos dos pacientes, visando as suas soluções.
  • Proporcionar instrução e entretenimento aos pacientes.
  • Colaborar na execução de programas de ensino e de educação sanitária.
  • Realizar treinamento do pessoal em serviço.
  • Colaborar na remoção de pacientes para outros hospitais.
  • Fazer a seleção e classificação econômica dos pacientes.
Serviço de farmácia (SF)

Coordenadora do setor: Drª Patricia Simões

Ao serviço de farmácia, chefiado por farmacêutico escolhido pelo diretor geral, compete:

  • Avaliar as receitas formuladas pelos membros do corpo clínico
  • Controlar o movimento de psicotrópicos e entorpecentes.

O serviço de farmácia se constitui de:

  1. Seção de produtos injetáveis e não injetáveis
  2. Seção de depósitos e dispensação
Serviço de psicologia (SP)

Coordenador do setor: Drº Gilson Rolim

Ao serviço de psicologia, dirigido por um psicólogo escolhido pelo diretor geral, compete:

  • Promover as atividades do serviço de psicologia
  • Organizar e distribuir as atividades do setor de psicologia

 

Serviço de fonoaudiologia (SFa)

Coordenadora do setor: Drª Vivian Lisboa

Ao serviço de fonoaudiologia, dirigido por um fonoaudiólogo escolhido pelo diretor geral, compete: 

  • Promover as atividades do serviço de fonoaudiologia
  • Organizar e distribuir as atividades do setor de fonoaudiologia

 

Serviço de fisioterapia (SFt)

Coordenadora do setor: Drª Alexandra

Ao serviço de fisioterapia, dirigido por um fisioterapeuta escolhido pelo diretor geral, compete:

  • Promover as atividades do serviço de fisioterapia
  • Organizar e distribuir as atividades do setor de fisioterapia