NOTÍCIAS

Nota de agradecimento e voto de boas festas

Os médicos Carneiro Arnaud e Péricles Serafim Filho, respectivamente diretor-presidente da Fundação Laureano e o diretor geral do Hospital Napoleão Laureano, divulgaram nos jornais Correio da Paraíba, Jornal da Paraíba e Contraponto nota de agradecimento e votos de feliz Natal a todos os parlamentares federais da Paraíba, e também à deputada Luiza Erundina. NOTA DE AGRADECIMENTO E VOTOS DE BOAS FESTAS A Fundação Laureano e o Hospital Napoleão Laureano vêm de público externar os mais sinceros agradecimentos aos parlamentares federais paraibanos, abaixo citados, pelo significativo apoio que nos foi dado no corrente exercício e ao mesmo tempo externar os votos de feliz Natal (2014) e venturoso Ano Novo (2015), extensivos aos seus familiares. Aguinaldo Ribeiro Luiza Erundina Benjamin Maranhão Major Fábio Cássio Cunha Lima Manoel Junior Cícero Lucena Nilda Gondim Damião Feliciano Ruy Carneiro Efraim Filho Vital do Rego Filho Hugo Motta Wellington Roberto Luiz Couto Wilson Filho João Pessoa, 23 de dezembro de 2014 Antonio Carneiro Arnaud – Diretor Presidente da Fundação Laureano Péricles V. Serafim Filho- Diretor Geral do Hospital Napoleão... ler mais

Visita do conselheiro Artur Cunha Lima ao hospital

O conselheiro Artur Cunha Lima visitou segunda-feira, dia 22, o Hospital Napoleão Laureano, quando entregou, como representante do presidente Fábio Nogueira, uma significativa doação do Tribunal de Contas do Estado em equipamentos de informática. O conselheiro Arthur foi recebido pelos diretores da Fundação Laureano, Antonio Carneiro Arnaud e Ivo Sérgio Correia Borges da Fonseca, e pelos diretores do hospital Severino Celestino da Silva e Marcelo de Oliveira... ler mais

Encontro Internacional de Radioterapia

A Paraíba foi o único Estado brasileiro a participar do Encontro Bienal de Usuários Elekta, realizado em Sorrento, na Itália, um dos mais importantes eventos de apresentação de trabalhos científicos do mundo. O Hospital Napoleão Laureano, centro de referência no tratamento do câncer na região Nordeste, apresentou a pesquisa “Adaptive radiotherapy in head and neck cancer: challenges for the Brazilian public health system” (Radioterapia adaptativa em câncer de cabeça e pescoço: desafios para o sistema público de saúde brasileiro). O trabalho é assinado pelo médico Luciano Leite Rolim Moreira, radio-oncologista, a quem coube a defesa, e pelos físicos Nadja Ferreira Silva e Alberto Grochoski. O Dr. Luciano Leite explicou que a pesquisa teve por objetivo avaliar as alterações relacionadas ao volume tumoral e toxicidade em pacientes com neoplasia de cabeça e pescoço (HNC), que foram submetidos à radioterapia conformacional (RT 3D). Foram avaliados oito pacientes do sexo masculino, com idade mediana de 57, 37 anos (46 a 82 anos). Em síntese, a pesquisa demonstrou um método mais eficiente para a aplicação da radiação, de forma a atingir apenas o tumor, reduzindo os danos às áreas adjacentes saudáveis. “Desde o primeiro planejamento, sempre buscamos atingir a máxima cobertura no volume alvo com a mínima dose em órgãos de risco (notadamente medula e tronco), o que quase sempre facilita o “provável” replanejamento (das dosagens)”, explicou o Dr. Luciano Leite. Definitivamente, o Hospital Napoleão Laureano entrou na vanguarda do tratamento de câncer, no que diz respeito à qualificação de seus profissionais e ao apuro tecnológico de seus equipamentos. O Serviço de Radioterapia do hospital, é um dos mais completos e modernos do... ler mais

FUNED desenvolve exame para diagnóstico rápido e eficaz do câncer de ovário

A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) é de 5.680 novos casos este ano. uma equipe de pesquisa da Fundação Ezequiel Dias (Funed), coordenada pela doutora em biologia celular Luciana Maria Silva, pretende desenvolver exame laboratorial para ajudar a definir qual o melhor tratamento para a doença. Para chegar a esse exame, a pesquisadora vai fazer um amplo sequenciamento do DNA e identificar se algum gene pode tornar a mulher mais suscetível ou mais resistente aos medicamentos para o tratamento desse tipo de câncer. Por ser desenvolvido pela Funed, uma das contrapartidas é subsidiar exames para o Sistema Único de Saúde (SUS). A previsão é que esteja disponível no mercado em três anos. A pesquisa será desenvolvida no laboratório de biologia celular da fundação, que, desde 2008, tem a oncologia como uma das linhas de pesquisa. “Embora tenha baixa incidência, o câncer de ovário é altamente letal e a forma de diagnóstico é mais precária. Não é como, por exemplo, o câncer de mama”, afirma Luciana. Desde 2012, ela está empenhada na pesquisa de um método que possa ajudar os médicos a determinarem melhores procedimentos terapêuticos. “Os tumores são descobertos em estágios avançados. É importante averiguar o perfil molecular das pacientes e cruzar com os dados de tratamento para ver se algum gene se apresenta como marcador de resistência da paciente aos medicamentos,” sugere.... ler mais

Excesso de peso está relacionado com o desenvolvimento de câncer

Estudos e casos de pacientes têm mostrado que o excesso de peso tem ligação direta com alguns tipos de câncer. Um estudo mostrou que mulheres acima do peso têm mais chances de sofrerem com câncer do que homens obesos. A resposta para isso pode ser que obesidade em mulheres é responsável por dois tipos de câncer: de útero e de mama após a menopausa e o culpado é o hormônio feminino estrogênio. A produção de estrogênio é influenciada pela quantidade de gordura corporal. Assim, quanto mais gordura, mais estrogênio é produzido, e o hormônio afeta o revestimento do útero. Altos níveis de estrogênio no período pós menopausa também podem estimular o crescimento anormal de células da mama que podem resultar em câncer. Em homens, câncer de pâncreas, cólon e de reto são os que podem ser causados por excesso de peso, uma vez que esses órgãos ficam próximos ao estômago, que é o lugar onde se concentra a maior parte da gordura. Fonte:... ler mais